quarta-feira, 30 de abril de 2008

Meu próprio fim

E o meu sangue escorre,
aglomera-se em minha mão,
escorre por ultimo pelos meus dedos,
até chegar ao chão .
Junto com este,
descem as minhas lágrimas,
que furam como acido por todo lugar que passam.
Minha mão manchada com as minhas dores vermelhas,
tentam aconchegar minhas lágrimas entre meus dedos.
Uma tentativa inútil de me confortar.
Enquanto tudo vai ficando negro,
os meus olhos põem-se a dormir...
O meu pulmão vai se fechando,
as vozes ficam mais longe...
A minha boca não expressa um sinal de vida,
da mesma maneira em que o meu corpo fica imóvel...
Na minha cabeça,
A mesma voz insiste:
"Por que eu fiz isso ?"
Mas a resposta está na ponta da língua,
só não consegue sair.
Com todas as minhas forças eu tento,
eu quero ir...
quero ser responsável pelo que eu fiz sim...
Não vou fugir mais uma vez...
Eu quero assistir ao meu próprio fim.

11 comentários:

kinha disse...

Claro, essa foi a coisa mais "sombria" que eu consegui para a mimi (:

mi disse...

menine, que FODA1// *OO*
quisera eu escrever assim *-*

Jessica disse...

cara, tu tem que publicar essas coisas. fikdik

Sousuke disse...

Legal, bacana o Blog, que rox =D

mayra disse...

quisera eu escrever assim [2 vts]
escreve muuuuuuito essa menina :)

•Juú Magalhães• disse...

Amiiga!
Você se superou !
Juro que to de boca aberta até agora!
Nunca mais você vai poder dizer que eu escrevo melhor !
Caraaacaaa... muito impressionada eu !

aline disse...

tocante *o*
quisera eu escrever assim [3]

julia =) disse...

jéssica, to boba comofas/ huashuashuas
credo amiga, sai dessa ! to aqui se precisar hein (:
beijo (L)

Julia disse...

mas ta legal *-*

Andre disse...

tá bom o blog. os textos, melhor ainda (y)

Junior disse...

MUITOOOO BOMM

seu blog tah um lushooo

superando-se a cada dia ... ;)

Ps.: ainda está no meu orkut sua poesia 8)

quarta-feira, 30 de abril de 2008

Meu próprio fim

E o meu sangue escorre,
aglomera-se em minha mão,
escorre por ultimo pelos meus dedos,
até chegar ao chão .
Junto com este,
descem as minhas lágrimas,
que furam como acido por todo lugar que passam.
Minha mão manchada com as minhas dores vermelhas,
tentam aconchegar minhas lágrimas entre meus dedos.
Uma tentativa inútil de me confortar.
Enquanto tudo vai ficando negro,
os meus olhos põem-se a dormir...
O meu pulmão vai se fechando,
as vozes ficam mais longe...
A minha boca não expressa um sinal de vida,
da mesma maneira em que o meu corpo fica imóvel...
Na minha cabeça,
A mesma voz insiste:
"Por que eu fiz isso ?"
Mas a resposta está na ponta da língua,
só não consegue sair.
Com todas as minhas forças eu tento,
eu quero ir...
quero ser responsável pelo que eu fiz sim...
Não vou fugir mais uma vez...
Eu quero assistir ao meu próprio fim.

11 comentários:

kinha disse...

Claro, essa foi a coisa mais "sombria" que eu consegui para a mimi (:

mi disse...

menine, que FODA1// *OO*
quisera eu escrever assim *-*

Jessica disse...

cara, tu tem que publicar essas coisas. fikdik

Sousuke disse...

Legal, bacana o Blog, que rox =D

mayra disse...

quisera eu escrever assim [2 vts]
escreve muuuuuuito essa menina :)

•Juú Magalhães• disse...

Amiiga!
Você se superou !
Juro que to de boca aberta até agora!
Nunca mais você vai poder dizer que eu escrevo melhor !
Caraaacaaa... muito impressionada eu !

aline disse...

tocante *o*
quisera eu escrever assim [3]

julia =) disse...

jéssica, to boba comofas/ huashuashuas
credo amiga, sai dessa ! to aqui se precisar hein (:
beijo (L)

Julia disse...

mas ta legal *-*

Andre disse...

tá bom o blog. os textos, melhor ainda (y)

Junior disse...

MUITOOOO BOMM

seu blog tah um lushooo

superando-se a cada dia ... ;)

Ps.: ainda está no meu orkut sua poesia 8)

 

Blog Template by YummyLolly.com
Sponsored by Free Web Space